A REDE DO BEM que resgatou o Taguaparque....

Um efeito colateral muito ruim e indesejado para os maus elementos que usam cargos públicos para fazer suas traquinagens é a conscientização do povo. Hoje, a figura do cidadão ou cidadã que batia no peito e dizia com orgulho que, “sou apolítico e não me envolvo em politica” está cada vez mais ficando rara.
Pior para quem já estava mau acostumado a se dar bem com a omissão de quem tem a obrigação de cuidar de seus próprios interesses e dos interesses de suas comunidades. O povo, finalmente, está aprendendo a conversar, a discutir, a debater e decidir em prol de si mesmo e de sua rua, da sua vila, do seu estado, do seu país.


Um exemplo recente do que a união do povo pode conseguir veio de Taguatinga. A cidade descobriu revoltada que havia uma movimentação em torno do Taguaparque para incorporar o local à poligonal da recém-criada área administrativa Vicente Pires, sem o conhecimento, consulta ou assentimento dos taguatinguenses.
Rápido, muito rápido mesmo, cidadãos e cidadãs de Taguatinga se mobilizaram e criaram uma rede do bem para derrubar a manobra.
Encabeçada pelo pioneiro taguatinguense Justo Magalhães – presidente da ACIT, formada por lideranças comunitárias como o Padre Moacir, Getúlio Romão, Lúcia Bessa, Lúcia Seixas, Armildes Correia, Ronaldo Seggiaro, Pedro Alves, Ronald Filgueiras, Heide Rezende, entre outros, a rede do bem saiu em campo e mobilizou toda a população através de panfletos, notas em jornais, artigos em blogs, reportagens em rádios e tvs e um forte material de apoio doado por comerciantes e entidades sociais de Taguatinga com a campanha “Taguaparque é Taguatinga”.
A movimentação culminou com uma carreata que atravessou a cidade no sábado dia 26, com concentração no Serejão e apoteose no parque.
Antes mesmo de a carreata chegar ao fim, o governador de Brasília Rodrigo Rollemberg fez circular nas redes sociais um vídeo onde garantia que sim, o Taguaparque é mesmo de Taguatinga. Disse mais: "ninguém vai tirar o parque da cidade que lutou para que ele existisse".


Fica ai o melhor da situação: Não está satisfeito? Monte uma rede do bem, reúna os amigos e imploda o sistema....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo