RÁDIOS COMUNITÁRIAS – CONCESSÃO E OUTORGAS

O Ministério das Comunicações (MC) vai promover cursos de capacitação em todo o país para esclarecer o processo de concessão e renovação de outorgas de rádios comunitárias.  O anúncio foi feito pelo ministro das Comunicações, André Figueiredo, durante uma reunião realizada com membros da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço).


Segundo o ministro, esses veículos sem fins lucrativos são fundamentais para promover o desenvolvimento social em todo o país. “O rádio é um mecanismo essencial para as regiões mais isoladas. Com as informações sendo difundidas de forma eficiente, conseguimos estimular a promoção e o fortalecimento de políticas públicas, com destaques para ações sociais e culturais nas comunidades”, ressaltou.
André Figueiredo falou sobre o aumento do número de emissoras no Brasil: “Em abril, dois editais de seleção, com 60 rádios comunitárias, serão destinados, especificamente, para populações de matriz africana, ribeirinhas, quilombolas, residentes em assentamentos rurais ou colônias agrícolas”.

Para o coordenador-executivo da Abraço, Valdeci Borges, em função do PNO, diversas entidades estão buscando informações para manifestar interesse por novas concessões. “Em cada capacitação promovida pelo Ministério, a Abraço buscará participar e mobilizar todos os interessados, pois facilitará no momento de realizar os procedimentos necessários para a outorga”, explicou. “Assim, conseguiremos difundir uma comunicação ainda mais plural e pública para levar a informação para toda a população a partir de um conteúdo de qualidade”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo