3º BLOGUEIRO MARANHENSE É ASSASSINADO EM 6 MESES

Mais um blogueiro maranhense foi assassinado, o terceiro em menos de seis meses. Manoel Messias Pereira, autor de um blog sobre política local, foi morto a tiros pelas costas em Grajaú, cidade de 68 mil habitantes do interior do Maranhão, enquanto dirigia sua moto por uma via pública. Os disparos foram efetuados por dois homens e, segundo a polícia, nenhum pertence foi levado pelos suspeitos.


Além de manter um blog sobre política, Manoel "Benhur", como era conhecido, também trabalhava para a Secretaria Municipal de Habitação. Segundo o delegado Idaspe Perdigão, responsável pelas investigações, há diferentes linhas investigativas sendo consideradas, mas nenhuma delas trabalha com a hipótese de que o crime tenha relação com a atividade profissional de Pereira.
A principal suspeita é que o assassinato tenha sido premeditado, já que não houve a subtração de nenhum objeto. "As investigações sugerem que Pereira foi seguido por seu executor. Ele teria sido abordado depois de ser perseguido durante um percurso. Isso torna forte a ideia de execução, que nos parece ser a possibilidade mais provável", afirma Perdigão.
A ARTIGO 19 considera que as autoridades policiais devem levar em conta o exercício profissional como uma linha investigativa em casos de violações contra comunicadores. Isso se faz ainda mais necessário em contextos de maior risco, como tem se mostrado o estado do Maranhão. Além disso, o fato das autoridades considerarem o caso como uma possível execução também aponta para tal necessidade, uma vez que execuções encomendadas a pistoleiros que agem como intermediários têm sido, infelizmente, comuns entre os casos de assassinatos de comunicadores no Brasil.
A situação de violência a blogueiros no Maranhão é alarmante. Como já mencionado, Manoel "Benhur" já é o terceiro blogueiro assassinado no estado nos últimos seis meses, sendo que seu caso segue um padrão semelhante ao dos homicídios de Ítalo Diniz e Roberto Lano. Entre homicídios, tentativas de assassinato e ameaças de morte, o Maranhão registrou seis casos contra blogueiros em 2015.
Diante desse quadro, a ARTIGO 19 conclama autoridades federais e estaduais a unir esforços e dar uma resposta rápida e contundente à situação de violência contra comunicadores, especialmente blogueiros, no estado do Maranhão.

Fonte: Artigo 19* /  Foto: Reprodução

*A ARTIGO 19 é uma organização não-governamental de direitos humanos que trabalha pela promoção da liberdade de expressão e do acesso à informação. O escritório brasileiro é responsável pelos trabalhos da organização no país e na América do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo