MARIELLE FRANCO - Praça próxima à Galeria dos Estados pode ter o nome da vereadora


Além de ser o tema da Mangueira, Escola de Samba campeã em 2019 do Carnaval do Rio de Janeiro, a vereadora do PSOL/RJ Marielle Franco, assassinada no dia 14 de março de 2018, no Estácio, região central da cidade carioca, poderá receber uma homenagem no DF.



A Câmara Legislativa do Distrito Federal realizará audiência pública para debater o projeto de lei n°167/2019, que denomina "Praça Marielle Franco" o espaço localizado em frente à estação de metrô Galeria dos Estados, no Plano Piloto.


Proposta pelo deputado Fábio Felix (PSOL), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, a iniciativa será realizada no dia 1° de abril, na sala de comissões da CLDF, às 10h.
Segundo o parlamentar, homenagear a vereadora carioca é uma forma de manter seu legado vivo.



DEBATE
A Lei n°4052/2007, que trata da denominação de logradouros públicos, exige a realização de audiência pública para debater a nomeação do local, bem como a divulgação do evento, com no mínimo, um mês de antecedência. O objetivo é permitir ampla participação popular.  

HOMENAGEM
No próximo dia 14 de março, quando completa um ano do assassinato da vereadora carioca e de seu motorista, Anderson Gomes, está prevista uma série de atividades.
Confira a programação: 
12h – Caminhada na área central de Brasília, com placas alusivas ao local onde Marielle e Anderson foram assassinados, na cidade do Rio de Janeiro;
17h – Lançamento de livro, no foyer do plenário, com a dissertação de mestrado da homenageada: um estudo sobre as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs);
19h – Sessão solene, na sala de comissões, em homenagem a Marielle.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo