CÁRMEM LÚCIA: “Judiciário tem débito enorme com a sociedade”


 O brasileiro está "cansado da ineficiência" das instituições, inclusive do Judiciário.



A opinião forte foi dada pela própria chefe do poder criticado, ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A ministra que visitou o estado de Goiás (sexta-feira 9 de fevereiro)  para discutir questões relacionadas ao sistema prisional, afirmou que as instituições e os poderes do Estado estão com "débito enorme com a sociedade".

"O cidadão brasileiro está cansado da ineficiência de nós todos, inclusive nós do Poder Judiciário, que por mais que tentemos, e tenho certeza estamos tentando, claro temos sempre um débito enorme com a sociedade”.


O discurso feito durante a inauguração de um presídio em Formosa, cidade próxima ao Distrito Federal, teve como foco a segurança pública. Em Janeiro, Goiás foi palco de rebelião que resultou na morte de nove detentos, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

Também estiveram presentes na inauguração, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e o titular da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), coronel Edson Costa. Após a cerimônia, as autoridades ainda discutiram um termo de cooperação entre o CNJ e o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). O convenio pretende criar um cadastro de todos os presos do estado.

Fonte: Agencia do Rádio - João Paulo Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo