POLICIA CIVIL - luz no fim do túnel para a grave crise que assola o DF

Pelo que parece, a grave crise que vem assolando os policiais civis do Distrito Federal pode estar prestes a ter um final feliz para todos!



Surgiu, da própria categoria policial civil, a necessidade de criar um grupo, sem qualquer conexão com o sindicato da classe ou qualquer cunho político ou eleitoreiro, para tomar as rédeas das negociações com o Diretor da Polícia Civil, Dr. Erick Seba, e o Governador Rodrigo Rollenberg.

Após o conhecimento pela classe policial de que tanto o Diretor da PCDF quanto o Governo apartaram qualquer diálogo com o sindicato da classe, depois de várias posturas e atos públicos indevidos do sindicado, com o fito de menosprezar e desrespeitar as autoridades, o grupo de policiais se reuniu com o Diretor Geral da categoria, criando um novo canal de comunicação entre o governo e os policiais civis.
A categoria, que teve o último acordo celebrada em 2015, amarga com a decadência salarial e perca da paridade com a Polícia Federal!

PARA ENTENDER OS FATOS:
Quando do início da construção da Capital Federal, o governo criou a Guarda Especial de Brasília - GEB. Após a inauguração da cidade, o Governo dividiu a antiga GEB (por isso o título de gebiano aos antigos policiais civis), nas Polícias Civil do Distrito Federal e Federal, deixando a cargo dos gebianos escolherem em qual instituição gostariam de permanecer! Ambas as classes passaram a ser custeadas pelo Governo Federal, com os mesmos ganhos salariais! No entanto, a Polícia Civil, sendo uma polícia regional, passou a ser administrada pelo governo local, o qual recebe o repasse do Governo Federal, atualmente pelo fundo constitucional!

Várias reivindicações foram feitas em outros governos quando a Policia Civil passava a ganhar mais que a Polícia Federal e vice-versa, impasse esse que impera até o presente momento.
A Polícia Federal, recuperando suas perdas salariais, recebeu o aval do Governo Federal para a recomposição de 37,8%, enquanto a Polícia Civil foi ignorada pelo Governo local, principal reivindicação do Sindicato dos Policiais Civis-SINPOL, o qual está em crise com o GDF, acirrado pelas manifestações públicas feitas pelo atual Presidente.

Longe de verem seus pleitos atendidos, o grupo autointitulado Equipe PARIDADE, conduzido pelo Policial Civil Aposentado Pedro Alves, foi atendido pelo Diretor da Polícia Civil, Dr. Erick Seba, tornando-se um novo canal de comunicação que poderá, em breve, trazer a paz social para a classe policial, que, obviamente, se refletirá para a sociedade que terá uma Polícia reconhecida pelos grandes préstimos à sociedade!
Parabéns à equipe!


Fonte: Equipe PARIDADE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo