Vacinação contra a gripe é prorrogada no DF


Adesão chegou a 57,9% do público-alvo. Campanha segue até 3 de junho.
 
O governo de Brasília prorrogou até 3 de junho a campanha de vacinação contra a gripe na cidade. Entre 4 e 21 de maio, foram imunizadas 352.612 pessoas, o que representa 57,9% do público-alvo, composto por 608.879 cidadãos. A meta é chegar a pelo menos 80% desse total.

Os grupos com menor adesão são os de crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (46,8% vacinadas) e de gestantes (51,3%). Os que mais receberam as doses foram os idosos (71,4% imunizados), os pacientes com comorbidades, a exemplo de hipertensão e diabetes — 62,9% —, e os servidores da Saúde (56,3%).

Duas regionais do Distrito Federal já atingiram a meta: Guará, onde foram vacinados 83,3% do público prioritário, e Núcleo Bandeirante, com 81,4%. Taguatinga é a regional com menor adesão: 35,1% receberam a dose.

De acordo com a diretora da Vigilância Epidemiológica e Imunização da Secretaria de Saúde, Cristina Segatto, a vacina previne a gripe, "mas, mais importante do que isso, é evitar os problemas mais graves, como a pneumonia, que podem levar ao óbito."

O público-alvo da campanha é formado, majoritariamente, por idosos — com 60 anos ou mais —, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias e portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

A campanha também engloba pessoas com outras condições clínicas especiais, presos e funcionários do sistema prisional, trabalhadores da área de saúde e povos indígenas. No caso das crianças, as que nunca tomaram vacina devem receber duas doses — a segunda um mês depois da primeira. A Secretaria de Saúde esclarece que não haverá distribuição para outros grupos.

PostosAs 116 salas de vacinação das unidades de saúde do DF abrem nos dias úteis, das 8 às 17 horas. Em asilos e instituições de idosos, a imunização é feita pelos servidores das regionais de saúde, conforme calendários previamente estabelecidos. Não podem receber a dose quem já teve alguma reação alérgica a esse tipo de vacina e pessoas com alergia severa a ovo ou doença neurológica ativa. Pelo Disque Saúde (160), é possível obter informações e agendar a vacinação de pacientes acamados, em domicílio.

Fonte: Governo de Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo