Celina Leão e Mídias Comunitárias do DF


A deputada distrital Celina Leão, presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal organizou uma reunião com diversos representantes da mídia comunitária do DF. No encontro que contou também com a presença da deputada distrital Liliane Roriz, jornalistas donos de jornais comunitários, blogs, rádios e tvs comunitárias e similares trataram de vários assuntos de interesse do segmento, entres eles, verba de publicidade, pagamentos pendentes, credenciamento, cadastro e atendimento aos veículos.
Ao usar a palavra, Salvador Serapião, presidente da Associação de Veículos de Comunicação Comunitária e Mídias Eletrônicas do DF e Entorno – ASVECOM – arrancou da presidente da Casa o compromisso perante o público presente de que vai cumprir na Câmara Legislativa, a Lei que obriga a destinação de no mínimo 10% da verba de publicidade do governo para os veículos comunitários.
Na oportunidade, Salvador também fez um relatório informal de uma reunião da Asvecom com Ricardo Calado na sede de entidade em Taguatinga, onde o Secretário de Comunicação afirmou que o governador Rodrigo Rollemberg determinou o cumprimento da lei. Calado disse também que não vai cometer os mesmos erros do governo passado, que só reconheceu a força e a importância das mídias alternativas quando já era tarde demais.
Edvaldo Brito, vice-presidente da Asvecom lembrou que as regras da Câmara Legislativa para o cadastro de veículos de comunicação comunitária estão caducas e precisando de revisão. As normas usadas ainda são as que foram aprovadas pela Mesa Diretora da CLDF, na gestão 2010/2012, então presidida pelo deputado distrital Cabo Patrício. Brito propôs a Orlando Campos – Coordenador de Mídia da Casa, a criação de um grupo com a participação dos comunitários para a elaboração de um novo Ato da Mesa Diretora para a comunicação e publicidade.

O momento tenso foi quando Celina Leão manifestou indignação com a pergunta de Salvador Serapião - presidente da Asvecom. Salvador perguntou a Celina se ela cumpriria na CLDF a Lei que obriga a destinação de no mínimo 10% da verba de publicidade do GDF. Celina disse que sim, mas que “chega a ser falta de respeito perguntar a um deputado se ele vai cumprir leis”.

O presidente da Asvecom demonstrou educação e não retrucou apesar de ter argumentos fortes para isto. Ainda não aconteceu com Celina Leão, mas é notória a falta de respeito a compromissos por parte de alguns parlamentares da Casa e de alguns colegas dela que ocuparam a presidência em outras legislaturas.

“O tempo é o senhor da razão”, disse Serapião sobre o incidente. “Espero um dia voltar e pedir desculpas. Por enquanto, prefiro ser tachado de mal educado, mas quero ter a certeza de que a Câmara vai cumprir o seu papel”, disse.
Fonte: Asvecom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Folha da Comunidade DF - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo